Lapidando...

O que você precisa saber sobre Copywriting e não te contaram.

O que você precisa saber sobre Copywriting e não te contaram.

Persuasão emotiva, espirituosidade, ironia, aparência convincente e representar um papel autoritário triunfam sobre a perspicácia e o conhecimento. O que esse pequeno trecho do livro “38 Estratégias para vencer um debate”, de Schopenhauer, têm haver com Copywriting? Tem tudo!

Desde Aristóteles, até nos dias de hoje, a forma como nos comportamos não se modificou. Partindo de conceitos retirados do Livro “Retórica” de Schopenhauer, percebe-se que algumas palavras, ações e estratégias utilizadas na hora do discurso, despertavam algumas reações alheias entre os envolvidos, tanto positiva quanto negativa. Há muito tempo, pesquisadores sociais investigam quais são os meios mais efetivos de não apenas mudar a ideia de outras pessoas, mas como convencê-las de algo, através de um discurso.

Segundo uma pesquisa da Kellogg School of Management, da Northwestern University, nos Estados Unidos, afirma que o uso de palavras com tons mais afetivos utilizadas na linguagem, principalmente voltados para o lado emocional aumentavam mais a capacidade de persuasão, do que o discurso de tom mais racional.

Temos que entender que o texto de Copywriting, não é um texto de vendas, porém de um uso adequado de palavras que leve seu público a uma determinada ação. Por isso palavras que soam negativas como não, talvez, acho, custa/custo, nunca e etc. Não são apropriadas em texto Copy.

Diminua o seu tempo de negociação, fale com o nosso time de consultores especialistas. >> Saiba mais.

Fechar Menu